18
Sat, Nov
20 New Articles

Confirmou-se o cenário mais “negro” para o Futebol Clube Tirsense. A equipa sénior não conseguiu evitar a descida de divisão, apesar de ter vencido o Sobrado por 1-0, na última jornada da Fase de Manutenção de Campeonato de Portugal.

Os “jesuítas” regressam aos distritais 16 anos depois. O presidente da direção do clube, Fernando Matos, reagiu cinco dias depois de confirmada a descida e em comunicado afirmou que “é tempo de refletir, perceber o que de errado aconteceu e procurar soluções, definitivas e estruturantes”. “Em vez de apontarmos dedos aos responsáveis, estamos focados em encontrar caminhos para podermos voltar a colocar o nosso clube no nível que este merece”, afirmou, sem deixar de alegar “falta de informação”, no que às contas dizem respeito. “Refiro-me a dívidas, já saldadas pela atual direção, a jogadores, às finanças, à Segurança Social, a outros clubes, à Associação de Futebol do Porto, às camadas jovens e a outros que, mais uma vez por falta de informação, ainda nos falta descobrir. Falta de informação nas contas que (não) nos foram apresentadas e que a atual direção decidiu certificar tendo, com isso, mais um custo adicional”, acrescentou. “Todas as contas”, referiu ainda, “serão apresentadas e demonstradas, em sede de Assembleia Geral”.
E para Fernando Matos, as dificuldades financeiras “refletiram-se no desempenho desportivo da equipa sénior”. Apelando à participação dos sócios na “procura das melhores soluções”, o dirigente lembrou que “em situações passadas, ninguém se voluntariou a resolver estes problemas quando foi despoletado novo processo eleitoral”. “Vamos reconstruir o clube, diminuir as despesas drasticamente e apresentarmo-nos fortes para ambicionarmos a subida de divisão logo na época 2016/2017”, frisou.

Trofense salvou-se

Já o Clube Desportivo Trofense salvou-se, também na última jornada da Fase de Manutenção, ao vencer o S. Martinho por 2-1. A equipa conseguiu subir ao 5.º lugar, uma vez que igualou pontualmente com o Arões, mas teve vantagem no confronto direto. O último jogo do campeonato foi também o último da carreira do capitão Tiago, que “pendurou as chuteiras” após 23 anos de futebol profissional. Tiago representou vários clubes portugueses, entre eles o Benfica e o FC Porto, no último venceu os trofeus mais importantes às ordens de José Mourinho. Esteve ainda em Espanha, onde representou o Tenerife e o Rayo Vallecano.
A Associação Desportiva Oliveirense, de Oliveira Santa Maria, Vila Nova de Famalicão, terminou em 1.º lugar da Série B da Fase de Manutenção, com uns destacados 42 pontos. O S. Martinho, do concelho de Santo Tirso, somou 34 pontos e acabou no 3.º posto.

Videos em destaque

Siga-nos no facebook