23
Tue, May
12 New Articles

V.N. de Famalicão

Até 25 de junho, o artista, diretor artístico da Fundação Cupertino de Miranda e curador da Galeria Municipal, Ala da Frente, António Gonçalves vai apresentar, no Centro Cultural de Belém, a sua “contemplação particular” sobre as “Tentações de Santo Antão”, de Gustave Flaubert. A obra segue a linha do seu trabalho sobre o estudo e prática da pintura, que “foi formando uma base de estudo do erótico, do religioso, do pensamento estético e filosófico, onde o corpo e a sua sexualidade têm uma forte presença”, afirmou o artista.
António Gonçalves sentiu a necessidade de um espaço construído especialmente para a obra e, por isso, lançou o desafio de projetar um edifício que acolhesse a pintura, “que fosse um espaço consagrado à [sua] contemplação, onde o público entre sem qualquer inibição, pudesse vivenciar uma experiência contemplativa e de introspeção”. Um desafio foi também lançado ao compositor António Celso Ribeiro, para a criação de três momentos musicais para serem interpretadas no espaço do edifício durante a exposição, “possibilitando uma experiência singular”.

Videos em destaque

Siga-nos no facebook