20
Mon, Nov
14 New Articles

As Comunidades   Locais, o País e a Europa serviram de pano de fundo para a conferência promovida pela secção do Partido Socialista de Santo Tirso.

Como o tema coincidia com o tema do mais recente livro de José Luís Carneiro, a iniciativa contou com a presença do presidente da Federação Distrital do PS do Porto. Na palestra, que decorreu no auditório da Biblioteca Municipal de Santo Tirso, o socialista deixou a opinião de como deve ser feita a reforma do Estado.

Ler mais...


As crianças avenses receberam uma prenda de Natal antecipada. Na tarde de 21 de dezembro, a Junta de Freguesia de Vila das Aves inaugurou o “primeiro Parque Infantil público”, que está instalado no Parque Novo Amieiro Galego.
Para a presidente da Junta, Elisabete Faria, foi com “muita satisfação e honra” inaugurar “um equipamento que é desejado pelos autarcas há muitos anos”. “Trata-se de um equipamento muito bem idealizado, apelativo e amigável para as crianças, como não podia deixar de ser. A minha satisfação é ainda maior por se tratar de um equipamento integrado no parque do Novo Amieiro Galego, que em boa hora foi possível adquirir e transformar no que é agora”, mencionou.
Para a autarca, o Novo Amieiro Galego é “o local ideal para o parque infantil”, uma vez que torna o espaço “ainda mais atraente, valorizando este maravilhoso local na margem do rio Ave”. A inauguração deste empreendimento foi “possível” graças a “Luís Ferreira Pinto”, que “muito apoiou a Junta para adquirir e transformar este espaço”. Elisabete Faria agradeceu ainda a presença do presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, esperando que ajude a Junta “a superar as carências financeiras para superar dificuldades efetivas de ir ao encontro das carências e das ambições das populações”.

Os ranchos folclóricos e os grupos etnográficos do concelho de Santo Tirso vão cantar os Reis, entre sexta-feira e domingo.
Catorze grupos etnográficos e ranchos folclóricos vão marcar as celebrações do Dia de Reis, em Santo Tirso.
Devidamente trajados, os ranchos e grupos interpretam cantares de Natal, numa iniciativa que pretende “perpetuar uma tradição muito enraizada em Santo Tirso”.
As celebrações começam esta sexta-feira, 9 de janeiro, pelas 21 horas, com o átrio da Câmara Municipal a acolher o Grupo Etnográfico de São Paio de Guimarei, o Grupo Folclórico de S. Martinho do Campo, o Grupo Folclórico de Santa Cristina do Couto e o Rancho Folclórico de S. Salvador de Monte Córdova.
Pela primeira vez, a Câmara Municipal decidiu descentralizar a iniciativa e levar os concertos até ao Centro Cultural de Vila das Aves. Assim, a partir das 21 horas de sábado, o Centro recebe o Grupo Etnográfico das Aves, o Rancho Etnográfico de Santa Maria de Negrelos, o Rancho Folclórico de S. Mamede de Negrelos, o Rancho Folclórico de S. Tiago de Rebordões, e o Rancho de Santo André do Sobrado.
Já no domingo, pelas 15 horas, atuam no átrio da Câmara Municipal, o Grupo Folclórico Infantil e Juvenil da Ermida, o Grupo Folclórico Santo André, o Rancho Folclórico de S. Pedro de Roriz, o Rancho Folclórico de Santa Eulália de Lamelas e o Rancho Folclórico Rosas de S. Miguel de Vilarinho.

Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, é “importante continuar a manter as tradições vivas, mas é também fundamental não esquecer que estas iniciativas devem chegar ao maior número de pessoas possível, e daí terem optado, este ano, por levar as celebrações dos Reis para o Centro Cultural de Vila das Aves”.

Milhares de pessoas assistiram à passagem das centenas de crianças e adultos que abrilhantaram a Parada de Natal, organizada pela autarquia e pela Associação Comercial e Industrial de Santo Tirso (ACIST) que serviu não só para atrair visitantes à cidade tirsense, mas também para ajudar a dinamizar o comércio local.
Jorge Moreira, presidente da Direção da ACIST, adiantou que a iniciativa foi proveitosa para Santo Tirso e além de permitir “dar alegria aos mais pequenos, serviu também para ajudar a dinamizar e impulsionar o comércio na cidade tirsense”.
Milhares de papelinhos brancos eram lançados cada vez que os grupos que participaram na parada chegavam à praça em frente aos Paços do Concelho, para delírio de miúdos e graúdos. Já na tenda montada naquele local, onde até ao dia 30 de dezembro decorreram workshops de culinária, de pintura e insufláveis e muitas outras atividades, o presidente da autarquia, Joaquim Couto, fez um balanço positivo da iniciativa que vai continuar em 2015. “Esta atividade é fruto de uma parceria com a ACIST que se realiza já pelo segundo ano”, contou.
A animação também reinou nos céus de Santo Tirso. Além do drone do jornal O Notícias da Trofa e Jornal do Ave, que recolhia imagens aéreas da iniciativa, abrilhantaram a parada três elementos dos Paramotores de Santo Tirso. Inúmeras de crianças quiseram deixar-se fotografar no colo do Pai Natal e não se coibiram de fazer os seus pedidos. Mariana Gonçalves foi uma das muitas crianças que, sentada no colo do Pai Natal, deu a conhecer a lista de presentes que queria receber na noite de Natal.
E porque nesta quadra os adultos também fazem pedidos e formulam votos, Joaquim Couto pediu mais emprego e melhores condições de vida para todos no novo ano.

Videos em destaque

Siga-nos no facebook